Celebrating the legendary fashion designer
O prefeito Roberto Cláudio anunciou o aumento de 621 leitos que estão sendo construídos e serão inaugurados entre os meses de abril e maio (Foto: fortaleza.ce.gov.br)

A Prefeitura de Fortaleza está tomando uma ampla série de medidas de diversos setores da administração municipal como forma de combater e prevenir a propagação do Covid-19, buscando assegurar serviços públicos essenciais à população. Antes mesmo da confirmação dos primeiros casos do Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza tem elaborado planos de contingência e aprovado medidas com o objetivo de resguardar seus habitantes.

Como forma de ampliar a rede de saúde para reforçar o enfrentamento ao novo coronavírus, o prefeito Roberto Cláudio anunciou o aumento de 621 leitos que estão sendo construídos e serão inaugurados entre os meses de abril e maio. Os leitos funcionarão no último andar do IJF2, em prédios anexos às UPAS municipais e no hospital temporário que está sendo construído no Estádio Presidente Vargas.

Os novos profissionais estão atuando desde a última quinta-feira (26/03) através do Programa Médico Família Fortaleza. Para auxiliar no diagnóstico dos casos do novo coronavírus, foi montado um esquema especial de imunização contra a gripe H1N1, H3N2 e influenza b. São 113 Postos de Saúde, 200 escolas municipais e drive vacina em estacionamento de seis shoppings disponíveis para o público-alvo da campanha para evitar aglomerações.

Fortaleza começa fase 1 da retomada!

Float left
Hospital de campanha em Quixeramobim, no Ceará
(Imagem: Divulgação)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou a prorrogação do decreto de isolamento social em todo o estado por mais uma semana. Em Fortaleza, será iniciada a fase 1 do plano de retomada e os estabelecimentos autorizados a reabrir deverão ter controle de circulação de clientes e funcionários. O uso de máscara é obrigatório.

Camilo Santana publicou um post no Twitter sobre a ampliação do isolamento social e comentou que a medida em Fortaleza ocorre por causa da redução de indicadores da covid-19. O isolamento social continua rígido em algumas cidades da região Norte do Ceará. Nos demais municípios está prorrogada a fase de transição.